Confira a programação de HOJE (26) da Semana Sesc de Artes Integradas‏

11h - Mostra de documentário: “Sociabilidade por um real”
(Produzido por alunos do Curso de Visualidades UVA e Sesc)
Local: Restaurante Popular         

11h30 – DegustaSom - Delicias Sonoras com Mary Alves
Local: Restaurante Popular         

19h - Bazar das letras com o lançamento do livro “O cambo e versos pingados” do autor Mailson Furtado
Local: Sala de Vídeo da Unidade Centro do Sesc (Boulevard João Barbosa, 902)

19h30 - Espetáculo “Obra Cênica” – Grupo Achados e perdidos
Local: Theatro São João

Confira a programação de HOJE da Semana Sesc de Artes Integradas

13h - Mostra Documentário: Água pra quê? (Produzido por alunos do Curso de Visualidades Uva e Sesc)
Local: Escola Liceu de Sobral 

17h - LiterArte na Praça 
Atividades: Cine sesc,  contação de história, espetáculo de dança com alunas do Ballet Sesc e apresentação da peça “A menina e o espantalho”.
Local: Praça São Francisco     

19h - Abertura da exposição Mulher e Memória

Local: Casa da Cultura

Sesc apresenta Lorena Nunes em Sobral


A cantora e compositora Lorena Nunes traz a Sobral o show "Ouvir dizer que lá faz sol" na próxima sexta 20/03 no Anfiteatro do Largo das Dores.

A plataforma de Circulação é um instrumento de democratização do acesso à arte e à cultura no estado, indo ao encontro dos anseios da classe artística por mais divulgação de seus trabalhos autorais. "Ouvi dizer que lá faz sol" é o novo trabalho da cantora Lorena Nunes. O show apresenta um repertório integralmente dedicado a compositores cearenses contemporâneos, garimpado e lapidado ao longo de sete meses de pré-produção do projeto. Trata-se de um show cosmopolita, que apresenta uma sonoridade que naturalmente transcende as barreiras de nacionalidade. 

A interpretação marcante de Lorena seduz o expectador e passeia entre as canções com fluidez envolvente. A voz presente conduz o ouvinte pelos arranjos cativantes que trazem, em sua maioria, referências à música negra, como o soul da Motown, o R&B Americano, o reggae jamaicano, o samba brasileiro e o afrobeat nigeriano, todos juntos e misturados, em um caldeirão de sonoridades quentes, com muitos efeitos de guitarra, texturas orgânicas e eletrônicas, e a influência do jazz no canto da intérprete e no fraseado do sax.

Para além do show, fica o convite para a oficina “1, 2, 3 Já do single ao primeiro show” que será realizada no sábado 21/03 de 9h ás 12h na Escola de Música de Sobral voltada para pessoas que já estão inseridas ou querem se inserir no Mercado de Música Independente. Com uma abordagem prática baseada nas experiências da cantora, compositora e publicitária Lorena Nunes, a oficina é um passo-a-passo básico dos pontos que são fundamentais para que o músico/artista dê o pontapé inicial em sua carreira e realize seu primeiro show.

Confira a programação da Semana de Artes Integradas do Sesc


Inscrições abertas para a 37ª edição do Femucic

Um passeio musical no palco do Teatro Calil Haddad. Assim é o Femucic – Festival de Música Cidade Canção, que chega a 37ª edição nos dias 5 e 6 de junho, reunindo em Maringá músicos de Norte a Sul do país.

Promovido pelo Sistema Fecomércio Sesc Senac PR, pela Prefeitura de Maringá e RPC, o evento é referência na produção, na técnica e na pedagogia musical brasileira. Durante as duas noites, 25 músicas serão apresentadas ao público, a partir das 20h30, no Teatro Calil Haddad.

A inscrição para o festival é gratuita e deverá ser realizada até às 23h59 do dia 30 de março, exclusivamente pelo site do Femucic (AQUI). O resultado dos selecionados poderá ser conferido a partir do dia 13 de abril, também pelo portal.

Edital

Segundo o edital, são aceitas composições instrumentais, de caráter popular ou erudito, ou canções de diversos gêneros em língua portuguesa ou idioma indígena, desde que originais e que não tenham sido inscritas em edições anteriores do Femucic. As inscrições deverão ser feitas por intérpretes, que deverão inscrever, obrigatoriamente, três músicas.

As músicas também devem ser registradas em vídeos sem cortes e estarem disponíveis separadamente no canal Youtube, com os intérpretes que se apresentarão na mostra. Vale ressaltar que não serão aceitos videoclipes, vídeos com fotos ou slides. Neste ano, o Femucic não terá banda de apoio, por este motivo, os selecionados deverão de apresentar em conformidade ao vídeo de inscrição. Caberá à Comissão Organizadora selecionar 25 músicas de acordo com a originalidade e singularidade do trabalho, inovação, qualidade artística e técnica.

Um incentivo para a participação é o aumento no valor da ajuda de custo concedida aos músicos por obra selecionada. Confira a progressão conforme a quilometragem de distância da cidade de origem da música inscrita a Maringá:

Categoria 01 – até 500 km

>1 música selecionada: R$ 1.250,00
>2 músicas selecionadas: R$ 2.500,00
>3 músicas selecionadas: R$ 3.750,00

Categoria 02 – entre 501 km e 1.000 km

>1 música selecionada: R$ 2.500,00
>2 músicas selecionadas: R$ 5.000,00
>3 músicas selecionadas: R$ 7.500,00

Categoria 03 – acima de 1.000 km

>1 música selecionada: R$ 3.750,00
>2 músicas selecionadas: R$ 7.500,00
>3 músicas selecionadas: R$ 11.250,00

Vale lembrar que a organização se responsabiliza pela hospedagem e alimentação (café da manhã e almoço) dos músicos.
Informações adicionais podem ser obtidas pelo e-mail femucic@sescpr.com.br, no site www.sescpr.com.br, ou pelo telefone (44) 3262-3232.

Inscrições aqui.

Semana de Artes Integradas #ObraCênica


Quatro artistas se encontram para desnudarem-se em nome de uma obra cênica, instalações e atos performativos. Quem e o quê os construíram? O que os atordoa? Como a intimidade de cada um reverbera no outro? O Projeto Achados & Perdidos é baseado em fatos reais. Uma obra aberta, com dramaturgia processual, que dialoga com obras audiovisuais, performances e instalações emaranhadas entre memórias que vão e vem.

Semana de Artes Integradas #humor



No palco, Damiana e Fransquinha, interpretadas pelos humoristas Júnior Paiva e Makson Andrade, falam sobre paqueras e conquistas, além de disputar qual das duas é a mais “Bunita”. 

Com direção de Luciano Lopes, o espetáculo traz, com humor e irreverência, questionamentos sobre a beleza e o que realmente torna a pessoa bonita. As personagens interagem com o público e levam risada por onde passam.

Espetáculo "Quase Nada" do Nóis de Teatro chega em Sobral

Escrito pelo dramaturgo cearense Marcos Barbosa com direção de Altemar Di Monteiro, o espetáculo “Quase Nada” está em cartaz nos dias 07 e 08 de março no Theatro São João,em Sobral-CE. As apresentações fazem parte do Projeto de Manutenção do Nóis de Teatro que foi contemplado pelo IX Edital Ceará de Incentivos às Artes, da Secretária de Cultura do Ceará, na categoria manutenção de grupos e companhias permanentes. 

Com o elenco do Grupo Nóis de Teatro, a montagem - vencedora do Prêmio Funarte Myriam Muniz 2013 - é ambientada numa grande metrópole na qual habitam um casal de classe média alta, Antônio e Sara. Durante a madrugada, os dois são abordados por um menino de rua num semáforo e, assustados, acabam atirando e, consequentemente, matando o tal menino em pleno asfalto. Já em casa, o casal recebe a visita de uma senhora que diz ter visto o assassinato à queima-roupa, o que acaba por transformar a situação. A partir do ocorrido, a trama traz múltiplas discussões sobre violência urbana e conflito de classes, numa encenação que busca avançar numa poética dialética, propulsora dos múltiplos olhares para o debate político das questões apresentadas. 


Resultado de uma inquietude do grupo - e do próprio autor - surgida a partir do surto de violência que assola as grandes cidades, em especial a capital cearense (colocada como o sétimo lugar mais violento do mundo), Quase Nada busca avançar na pesquisa estética do grupo, numa percepção dialética, crítica, na busca por uma análise profunda da narrativa apresentada. 

Surgido no ano de 2002, no bairro Granja Portugal, o Grupo Nóis de Teatro possui no currículo peças como “A Granja” e “Sertão.Doc”, já tendo circulado por mais de 18 estados brasileiros. No final do ano, vencedor do Premio Funarte Arte Negra, o grupo também estreia o espetáculo, em fase de montagem, “Todo Camburão tem um Pouco de Navio Negreiro”. 

Serviço 
Espetáculo: Quase Nada 
Grupo: Nóis de Teatro 
Elenco: Edna Freire, Magno Carvalho, Kelly Enne Saldanha e Henrique Gonzaga 
Direção: Altemar di Monteiro 
Local: Theatro São João, no Centro de Sobral- CE 
Horário: 20hs Entrada: R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia)